Contando Histórias – Cintos

Em 29 de setembro de 2011   Arquivado em Moda
Os cintos existem a anos. Os egípcios usavam, os medievais usavam e nós usamos. Era muito comum para segurar roupas ou armas.
Na década de 1850 os cintos começaram a ser usados pelas mulheres sendo feitos do mesmo tecido do vestido ou da saia.
Após a Segunda Guerra Mundial os cintos foram ficando mais largos a fim de dar uma impressão de cintura fina e quadris largos.
Nos anos 60 vieram os cintos de couro, plástico, correntes douradas, e uma leve tendência do cinto caubói (com fivelas grandes).Hoje são feitos dos mais diversos materiais.

Contando Histórias – Casaco de capuz

Em 28 de setembro de 2011   Arquivado em Moda
O primeiro casaco de capuz foi criado para aquecer os trabalhadores de frios armazéns em New York. Ganhou terreno juntamente com o Hip Hop.
Ficou muito conhecido também quando Sylvester Stallone apareceu usando um casaco de capuz no filme Rocky.
Com o tempo foi tornando-se o traje padrão de jovens, skatistas, roqueiros, galera do Hip Hop, surfistas, celebridades que evitavam os paparazzi e para qualquer um que quisesse se proteger do frio.
(Fonte: As 100+ de Nina Garcia)

Contando Histórias – Cardigan

Em 27 de setembro de 2011   Arquivado em Moda
1383162442dd3fe0406a5c8cde5e2f312abe7da073
O nome originou-se durante a Guerra da Crimeia (Conflito que se estendeu de 1853 a 1856 na península da Crimeia. De um lado o Império Russo do outro uma coligação integrada pelo Reino Unido, França e Piemonte Sardenha – Atual Itália) quando o sétimo conde de Cardigã e seu exército precisou de algo por baixo do uniforme para se aquecerem.
Depois a peça começou a ser usadas por jogadores de golfe virando um clássico do guarda roupa masculino. Posteriormente foi ‘roubado’ pelas mulheres como uma peça do mundo fashion usados e adorados até os dias de hoje por muitos.

Contando Histórias – Camisa listrada estilo Marinheiro

Em 22 de setembro de 2011   Arquivado em Moda
O nome apropriado para este estilo de camisa é Bretão, pois foi originada na Bretanha, na França. Onde marinheiros usavam este tipo de camisa desde a década de 1820, feitas de algodão tricotado para proteger do vento e acreditava-se que as listras descavam um homem que caísse no mar, facilitando assim sua localização. Será?
Ficou muito famosa por ser usada associada ao estilo chique francês. Hoje pode ser encontrada nos mais diversos modelos femininos e masculinos, e ficam muito bem combinadas, principalmente fundo branco com listras azuis, com um blazer ou acessório vermelho.

Contando Histórias – Camisa Polo

Em 21 de setembro de 2011   Arquivado em Moda

A camisa polo mais famosa (Lacoste) surgiu quando um tenista renomado, René Lacoste, com o apelido de “Le Crocodile”, pediu a um amigo que desenhasse uma camisa de algodão, confortável, que absorvesse bem a transpiração e de mangas curtas para usar nas quadras. E essa camisa tinha o crocodilo bordado em homenagem ao seu apelido.

 Quando parou de jogar tênis Renne resolveu se dedicar completamente ao ramo das camisas e batiza-las com seu famoso crocodilo. Foi provavelmente a primeira vez que o logotipo de uma marca foi colocado do lado de fora da roupa.
Essas camisas fizeram muito sucesso entre os jogadores de tênis, que até então usavam desconfortáveis camisas de manga comprida.
No início eram produzidas apenas camisas brancas, porém com o sucesso que obteve foram surgindo camisas polo de várias cores. Hoje em dia a marca comercializa desde camisas polo a perfumes e acessórios. Estão espalhadas pelo mundo mais de 1000 lojas Lacoste e muitas outras marcas de camisas polo.
Para saber mais acesse: http://www.lacoste.com/
Página 5 de 812345678