Contando Histórias – Esmalte

Em 20 de setembro de 2011   Arquivado em Beleza
Se vocês pensam que é só uma coisa que mulheres modernas usam estão errada. O esmalte já era usado desde o Antigo Egito. A dinastia Ming, a realeza chinesa, usava esmaltes coloridos de acordo com as cores da dinastia.
Em 1925, durante estudos para desenvolver tinturas para carros, foram descobertas os primeiros indícios de esmaltes que temos hoje.As mulheres Egípcias usavam henna preta nas unhas. As cores mais vibrantes ficavam exclusivamente para a realeza do Egito. Especula-se que Cleópatra tinha preferência pelo vermelho escuro e Nefertiti pela tonalidade rubi.
No século XIX os cuidados as unhas se restringiam a unhas curtas, perfumadas com óleos e polidas com uma tira de couro. No começo do século XX começaram a inventar soluções coloridas, porém duravam apenas alguma horas.
Hoje em dia já não temos mais problemas com isso. Temos uma variedade de cores e tipos de esmalte, flocado, craquelado, holográficos e por ai vai! Existem até máquinas para imprimir desenhos em unhas!

Contando Histórias – Calça Jeans

Em 16 de setembro de 2011   Arquivado em Moda
Calça-jeans-para-baixinhas-Modelos-1
Começou a ser fabricado em Nimes, na França, em 1872. O nome dado a esse tecido foi “tecido de Nimes” e foi abreviado para “denim”. Incialmente quem importava esse tipo de tecido era a Itália, para fabricar os uniformes dos marinheiros.
Nos EUA quem foi o criador do jeans foi Levi Strauss, para fazer as roupas para garimpeiros, isso em 1853. O jeans de coloração azul surgiu porque Levi decidiu tingir as peças com uma planta chamada Indigus.
O jeans só foi tomado como peça da moda no século XX. E o primeiro estilista a colocar o jeans em uma passarela foi Calvin Klein, na década de 1970.
Foi muito popularizado e podia ser comprado e usado por trabalhadores e por pessoas ricas sem preconceito. Com o jeans atingindo o mundo da moda surgiram várias lavagens e vários cortes para o simples e cotidiano jeans.
Skinny: Modelagem bem justa, principalmente abaixo dos joelhos, tipo uma legging porém jeans.
Tradicional: Cintura no lugar e pernas afuniladas, também já foi chamada de five pockets, três bolsos na frente e dois atrás. Referência a pioneira americana da Levi’s.
Bootcut: Tem as pernas, principalmente abaixo do joelho) mais largas para facilitar o uso de botas com jeans.
Oversized: Calça jeans bem largas e folgadas, não favorecem nem as mais baixinhas nem as mais gordinhas.
Saruel: Calça em que a parte entre as pernas cai e vai quase até o joelho.
Além dessas citadas existem muitas outras como Pantalona, Boyfriend, Cigarrete…
Para saber mais consulte um especialista!

Contando Histórias – Broches

Em 15 de setembro de 2011   Arquivado em Moda
Usados frequentemente como ornamento, ou para prender lenços e mantos. Conhecido na antiguidade como Fibula e atualmente como Pin.
Foi desenvolvida pelos Greco Romanos e adotada pelos Romanos para segurar ou decorar os trajes da época. As fibulas gregas eram fivelas extremamente decoradas com animais, soldados ou em relevo. Foi usado por vários povos antigos, mas com o passar do tempo os broches foram sendo mais elaboradas e a fibula foi sendo deixada de lado.
Os broches foram sendo fabricados nas mais diversas formas e tamanhos e se diferenciava apenas pelo design, que mudava de região para região. Várias formas diferentes vieram surgindo, e com o surgimento do cristianismo vieram os broches em formato de cruz.
Um dos broches da Idade Média é o celta, confeccionado em bronze branco, circular com metade do circulo vazado e outra metade com filigranas (trabalho ornamental feitos com finos fios e pequenas bolas de metal com o intuito de formar um desenho).
Durante o renascimento foram usados por reis, rainhas, duques e príncipes broches decorados com pérolas ou pedras preciosas. Podiam ter várias formas diferentes como estrelas, flores, folhas, animais e muitas outras formas.
No período barroco os broches ganharam formatos de flores e eram usados em qualquer tipo de vestimenta, inclusive em homens.
Eu tenho vários e amooo, e vocês?

Contando Histórias – Brincos

Em 14 de setembro de 2011   Arquivado em Moda
il_570xN.260258181
Em variadas culturas as orelhas das meninas são furadas após o nascimento. Mas os brincos também são usados por homens a bastante tempo.
Na década de 80 se tornou muito popular o uso de brinco em uma orelha por homens, porém isso já é comum desde a Pérsia e a Grécia Antiga.
O brinco usado por homens é bem comum e facilmente lembrado quando pensamos em piratas. Os brincos podiam também simbolizar a posição social da pessoa que o usava.
Na Índia usar um brinco no nariz representa que você vem de uma família importante e em Roma Antiga acreditava-se que o uso de brincos no mamilo significava virilidade e coragem.
Os piercings, um tipo bem popular de brincos, começou a se popularizar na década de 70 e eram usados como forma de protesto. Hoje em dia é usado como adereço de moda e pode ser colocado em quase todas as partes do corpo.

Contando Histórias – Botas

Em 13 de setembro de 2011   Arquivado em Moda

Existem vários tipos de botas, bota de combate e militar (também chamadas de coturnos), galocha, bota de vaqueiro, botas de cano alto, médio e curto e por ai vai. Cada tipo de bota tem sua história.
Bota de vaqueiro ou bota de caubói 
Foram inventadas porque um vaqueiro levou suas botas em um sapateiro e pediu que ele a deixasse pontudas para coloca-las e tira-las do estribo com mais facilidade.
Coturnos ou Bota de Combate
Eram usadas apenas por militares em situações de combate, porém com os tempos veio se tornando uma peça importante no mundo da moda. Conhecidas também por serem usadas por subculturas, como os Punks, Góticos, motociclistas, entre outras. Os coturnos são bem confortáveis e tem um vida útil beeem longa!
Galochas
O Duque de Wellington pediu ao sapateiro que modificasse sua bota para que fosse confortável e pudesse ser usada a noite. As primeiras foram feitas em couro, porém a partir de 1852 começaram a ser feitas de borracha. Podem ser usadas em um tamanho maior por cima de outros calçados para protege-los em caso de chuva e umidade. Foram muito usadas no interior do Brasil nas décadas de 50 e 60.
Antes de entrar para o ramo da telefonia móvel a empresa Nokia tinha como principal produto as galochas.
Essas são algumas pequenas histórias de alguns modelos de botas.
Página 6 de 812345678