Livros de Março

Em 29 de março de 2016   Arquivado em Livros

livrosmarço2016

Por uma Vida mais Doce

Autora: Danielle Noce

Editora: Melhoramentos

Sinopse: As melhores receitas do I Could Kill For Dessert, o maior site de confeitaria do Brasil, agora em suas mãos! Conheça toda a delicadeza de Danielle Noce em mais de 170 deliciosas receitas. Explicadas de maneira muito simples, elas são acompanhadas de belíssimas fotos que ajudarão você a montar perfeitamente cada prato. E não se preocupe se você não conseguir entender algum passo do modo de fazer: o livro traz vários links que você poderá acessar e ver a Dani preparando a receita com muita graça e doçura.

Minha Opinião: O livro mais caprichado em todos os detalhes que eu já vi. São muitas receitas, desde as mais simples até as mais complicadas, das que ninguém experimentou até as favoritas da galera, das tradicionais brasileiras as tradicionais francesas, tudo isso com fotos e código QR para acessar aos vídeos e ainda com ilustrações muito fofinhas da Beatriz Sanches. De certa forma também é um livro interativo pois tem duas partes dedicadas a receitas da sua família e bandeirinha para recortar e decorar suas receitas preferidas.

Ainda não fiz nenhuma receita por falta de tempo não por falta de vontade. Não achei um livro difícil de entender, tem tudo muito bem explicado e  dicas de como pode ficar melhor ou mais fácil. Não é um livro muito baratinho, eu mesma paguei R$80 na promoção. Sim minha gente! Promoção! Não me arrependo por que amei! Tem duas opções, com as bordas da página rosa ou branca. Veio com um marca página e duas cartelas de adesivos para potes que já estou usando para deixar minha cozinha mais bonita.

 

A Receita da Felicidade

Autora: Danielle Noce

Editora: Melhoramentos

Sinopse: A felicidade está nos mais singelos gestos do nosso dia a dia, no olhar de quem nos ama, no cheiro de bolo pela casa, no balançar do rabo do nosso cachorro e também nas descobertas de quem realmente somos. Espero que esse pequeno livro te traga tantas alegrias quanto me trouxe ao faze-lo. Que você se divirta preenchendo suas páginas e aprenda um pouco mais sobre você com ele.

Minha Opinião: Amo livros interativos e esse não foi diferente! Primeiro porque fui no lançamento, contei aqui, e peguei o rabisco da Dani. Segundo porque o livro é a coisa mais fofinha e delicada que eu já vi na vida. Capa rosinha e atrás verde com o código de barras que é um coração (ah para né!).

Achei esse livro da Dani mais pessoal, contando mais sobre ela e a vida dela ao mesmo tempo que você descobre coisas sobre você mesma, porque a Dani fala coisas sobre ela e pergunta coisas sobre o leitor. Com espacinhos reservados para fotos, receitas e desenhos. Um livro mais acessível do que o Por uma Vida mais Doce, está custando em torno de R$28. Já li o meu e já comecei a fazer meus rabiscos e colagens.

 

Quem é você, Alasca?

Título Original: Looking for Alaska

Autor: John Green

Editora: Intrinseca

Sinopse: “E naquele quase-momento entre nós dois, eu percebi que me importava com ela, pelo menos um pouco. Não sei se gostava dela, e tinha minhas dúvidas quanto a confiar nela, mas me importava o bastante para tentar descobrir. Ela na minha cama, aqueles olhos verdes enormes me encarando. O mistério infindável do seu sorriso irônico, quase malicioso.”

Minha Opinião: Eu diria que é bem ok, mas não é nada demais. Foi um livro que só me prendeu na segunda parte e que nem assim achei ele lá essas coisas. A história é fraca e, em vários aspectos acho os livros dele meio repetitivos. São livros bem adolescentes e acho que se eu tivesse lido na minha adolescência talvez tivesse gostado bastante.

 

Cidades de Papel

Título Original: Paper Towns

Autor: John Green

Editora: Intrinseca

Sinopse: Na minha opilião, todo mundo tem seu milagre. Por exemplo, muito provavelmente eu nunca vou ser atingido por um raio, nem ganhar um prêmio Nobel, nem ter um câncer terminal de ouvido. Mas, se você levar em conta todos os eventos improváveis, é possível que pelo menos um deles vá acontecer a cada um de nós. Eu poderia ter presenciado uma chuva de sapos. Poderia ter me casado com a rainha da Inglaterra ou sobrevivido meses à deriva no mar. Mas meu milagre foi o seguinte: de todas as casas em todos os condados da Flórida, eu era vizinho de Margo Roth Spiegelman.

Minha Opinião: Não falei muito no livro anterior porque também li esse e aqui vai a minha conclusão. John Green é, em todos os 3 livros que li, muito repetitivo. Tem sempre um amigo novo (ou um velho que volta) e que é mais ousado, leva o personagem principal a viver várias aventuras, descobrir coisas novas, basicamente adolescentes tentando se encaixar e entender o mundo. Ai alguém morre, some ou sei lá o que e todos querem descobrir o mistério ou entender o porque. Acabam por se conformar e tentam voltar suas vidas ao normal sem nunca esquecer o que passou. Gostaria muitos de ler outros livros dele pra tentar tirar essa impressão (se é que tem como) mas até aqui não tenho me surpreendido muito.