Uma Sinfonia Diferente

Em 19 de setembro de 2016   Arquivado em Eventos, Música

uma-sinfonia-diferente

Esse semestre estou fazendo uma matéria chamada Documentário II. Basicamente no Doc. I nós aprendemos as diferenças de documentários, como são feitos, como surgiram, etc. Nesse é um pouquinho diferente porque estamos colocando a mão na massa e gravando um documentário.

Conversa vai, conversa vem, decidimos gravar sobre um projeto que foi apresentado por uma prima, chamado Uma Sinfonia Diferente. Queríamos fazer algo que valesse a pena, não só gravar por gravar. Isso me fez pensar que eu quero usar o blog pra ajudar, essa sempre foi a ideia. Não que eu ache que não ajuda ninguém, longe de mim! Blogs ajudam pessoas e me ajudou a superar (um pouquinho) a minha timidez.

O que estou querendo dizer é que quero mostrar pra vocês causas pelas quais vale a pena lutar.

O projeto Uma Sinfonia Diferente trata pessoas que possuem TEA (Transtorno do Espectro Autista) com musicoterapia. Começamos a fase de pesquisas e de leitura e descobri que, se não temos alguém na família que tenha TEA, não nos damos o trabalho nem de pesquisar e tentar entender o assunto.

Descobri muita coisa da qual eu não fazia ideia e aprendi muito com essas crianças. Cada dia de gravação é um arrepio pelo corpo todo e muita emoção. Por isso venho hoje apresentar para vocês esse projeto e, tentar, passar um pouco do que aprendi.

Autismo é  um distúrbio de desenvolvimento que prejudica a capacidade de se comunicar e interagir. Existem vários níveis diferentes, cada um com a sua dificuldade. Interesse obsessivo e movimentos repetitivos são alguns dos sintomas. O autismo é mais comum em meninos, por isso a escolha da cor azul.

Apesar dos problemas em circuitos cerebrais, as habilidades musicais são frequentemente preservadas, o que traz uma esperança de melhora dessas pessoas através da música.

Em 2015 a Ana Carolina percebeu na música uma chance de auxiliar essas pessoas e criou um musical com mais de 20 crianças se apresentando e quase 600 pessoas na plateia.

Esse ano a coisa cresceu e tudo é feito com ajuda de voluntários, pais, doações, e ajudas de todos os tipos. A apresentação vai acontecer com 50 crianças no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, no dia 30 de setembro, a partir das 19h. Os ingressos serão vendidos em lojas físicas e pelo site da Bilheteria Digital:

Shopping Pátio Brasil, Shopping Liberty Mall, Alameda Shopping, Central de Ingressos- Brasília Shopping e Boulevard Shopping.

Superior: Inteira – 40 reais/Meia – 20 reais + 1kg de alimento não perecível (exceto sal)

Especial: Inteira – 60 reais/Meia – 30 reais + 1 kg de alimento não perecível (exceto sal)

Laterais: Inteira – 60 reais/Meia – 30 reais + 1 kg de alimento não perecível (exceto sal)

Vip: Inteira – 60 reais -> Vip Meia – 30 reais + 1kg de alimento não perecível

* Os alimentos arrecadados serão doados para a instituição CEPAI http://cepai.org.br

Isso é uma forma de ajudar e prestigiar. Além, é claro, de entender do que essas pessoas são capazes e diminuir, cada vez mais, os nossos preconceitos.

Quem for de Brasília pode ir assistir e saber mais informações através do Facebook ou Instagram do projeto. Quem não for fica aqui a dica para pesquisar sobre o assunto, isso nos ajuda a entender e nos adaptarmos as diferenças!